• Início
  • Sodexo Insights
  • Vale-alimentação ou vale-refeição?

Gestão de negócios

Vale-alimentação ou vale-refeição?

 

Não sabe qual benefício alimentação oferecer para seus colaboradores? Veja no infográfico quais as diferenças


Vale-alimentação ou vale-refeição? Qual a diferença?

 

Ser ou não ser? Casar ou comprar uma bicicleta? Vale-refeição ou vale-alimentação? O mundo é cheio de dúvidas clássicas assim. Se para as duas primeiras não temos resposta, estamos aqui para dar várias pistas para a solução da terceira, que atormenta o RH das empresas brasileiras.

Os dois cartões são regulamentados pela lei do Programa de Alimentação do Trabalhador, conhecido como PAT, que não prevê que eles sejam obrigatórios nas empresas,  exceto em casos em que o sindicato da categoria assim o exija. No entanto, oferecer os cartões alimentação e refeição traz uma série de vantagens para o empregador, não importa o tamanho da empresa – e atrair e reter os melhores talentos do mercado é apenas uma.

Quer saber qual deles escolher? Neste artigo você vai encontrar:

Quais as diferenças entre vale-alimentação e vale-refeição?

Vale-alimentação: é aquele destinado à aquisição de gêneros alimentícios processados ou in natura, como frutas e verduras, para serem preparados. O benefício pode ser usado em locais como supermercados, quitandas, hortifrútis, mercearias e sacolões.

Vale-refeição: é o benefício voltado para a compra de refeições já prontas no horário do almoço do trabalhador – ou, a depender de sua jornada, no jantar. É aceito em estabelecimentos como restaurantes, lanchonetes, padarias e cafés.

As vantagens de cada benefício alimentação

Vale-alimentação: com ele, o colaborador não fica preso às opções fixas da cesta básica e pode escolher levar para casa o que quiser no mercado, respeitando, assim, hábitos alimentares e até restrições a determinados alimentos. O funcionário também fica livre da necessidade de transportar a caixa da cesta básica todo mês, um processo que pode ser complicado e pouco seguro. Além disso, a liberdade de poder escolher os ingredientes de sua refeição, incluindo frutas e verduras frescas, que não cabem na cesta, dá ao trabalhador a possibilidade de preparar suas marmitas da forma que preferir.

Vale-refeição: esse benefício dá ao trabalhador praticidade para que faça suas refeições em estabelecimentos como restaurantes, lanchonetes ou padarias durante o período de trabalho ou, se preferir, pedir comida no delivery. Com isso, ele otimiza seu tempo na empresa e ainda ganha mais tempo para a família e para as tarefas domésticas, já que não precisa preparar sua marmita. Poder almoçar ou jantar em restaurantes no horário de trabalho ainda melhora o rendimento do colaborador na medida em que diversifica e eleva a qualidade dos alimentos que ele consome.

Baixe o infográfico com as principais diferenças entre o VA e o VRNa dúvida sobre que benefício escolher? Aprofunde seu conhecimento
baixando o infográfico sobre vale-alimentação e vale-refeição

As vantagens para as empresas

Por lei, o empregador não é obrigado a oferecer vale-alimentação ou refeição a seus funcionários. Há exceções: casos de exigência do sindicato da categoria, previsão da oferta do benefício no contrato de trabalho, acordo coletivo e convenção coletiva. Mas há uma série de vantagens. Veja algumas:

Vale-alimentação: o empregador fica livre da logística necessária para oferecer a cesta básica convencional e proporciona alimentação de qualidade para seu funcionário tanto em casa quanto na marmita que ele pode levar para o trabalho.

Vale-refeição: não há necessidade de a empresa ter um refeitório em suas dependências para oferecer refeições para seus colaboradores. O benefício ainda proporciona alimentação de qualidade durante a jornada de trabalho e é aceito nos principais apps de delivery – o que é importante também para quem está trabalhando em casa.

Vale-alimentação + vale-refeição: pesquisa da Sodexo com pequenas e médias empresas mostrou que oferecer os cartões proporciona uma melhora no clima organizacional, aumento de produtividade, redução do absenteísmo, mais volume de negócios e que os trabalhadores se sentem mais valorizados e, portanto, mais felizes.

No vídeo, a gente reuniu os pontos principais para você guardar e compartilhar:

Por que não oferecer os dois?

Se você continua em dúvida, uma boa opção é fazer uma pesquisa com seus funcionários e ver qual benefício faz mais sentido para eles. Ou então oferecer ambos. A companhia pode oferecer pacotes de benefícios flexíveis e deixar na mão do próprio colaborador escolher se prefere mais créditos para comprar alimentos em mercados ou refeições prontas em restaurantes. Para empresas que optaram pelo trabalho híbrido ou remoto, ofertar os dois cartões dá ainda mais opções para o trabalhador, proporcionando uma experiência ainda melhor.

Seja qual for o benefício que sua empresa vai contratar, é importante contar com parceiros como a Sodexo, reconhecida por sua excelência e pela qualidade de seus serviços e produtos. Além da gestão 100% online, os cartões Refeição Pass e Alimentação Pass são aceitos no país todo – e os usuários ainda têm acesso ao Sodexo Club, com serviços e ofertas exclusivas.

Gostou do conteúdo? Então saiba mais baixando um infográfico sobre as diferenças entre os benefícios.

Quero saber mais sobre as soluções Sodexo

thumbInscreva-se para receber novos conteúdos